Yogalates Mãe-Bebê

A experiência de parto

Passar pela experiência de parto, em qualquer de suas modalidades, é a certeza de passar por uma experiência no mínimo intensa e inesquecível. Emocionalmente, qualquer que tenha sido a forma de nascimento de seu bebê, a mulher vive intensas emoções, como ansiedade e incertezas, já que os partos não são idênticos e cada experiência é única.

O período posterior ao nascimento de um bebê costuma ser para a mulher, um período de grandes exigências, tanto físicas quanto emocionais. A mulher pode oscilar entre momentos de grande felicidade e sentimento de realização, com outros de insegurança e preocupações relativas ao seu papel de mãe de um recém-nascido. Rápidas mudanças de humor, menor controle sobre as emoções, risos e choros mais frequentes. Depressão, irritação, cansaço, agressividade, tudo se intensifica nessa fase. Fisicamente, provavelmente ela intercalará momentos de boa disposição, ânimo, com enorme cansaço e falta de energia para dar conta das inúmeras tarefas que lhe dizem respeito.

Por que Yogalates para Mães-Bebês?

No pós-parto é fundamental aumentar a tonicidade do abdome e períneo; combater tensões de ordem corporal e emocional;  trabalhar intensamente a coluna, pernas, mamas e braços, permanentemente solicitados pela criança em desenvolvimento. Quando necessário, os bebês recebem nossa atenção particular durante todos os momentos em que as mães se exercitam, meditam ou relaxam.

A prática regular de exercícios aumenta os níveis de serotonina, neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar, o que contribui para combater a depressão, a insegurança e a baixa auto-estima, que podem estar presentes no pós-parto. Se por um lado Yogalates trabalha o corpo, por outro atua em níveis mais sutis da mente.

Quando começar?

Se a mulher vem de um parto Cesário, ela precisará esperar até uns 45 dias para dar início à prática de exercícios. Se o bebê nasceu de parto vaginal, o ingresso nas aulas de Yogalates pode se dar em algum momento a partir de uns 15 dias de pós-parto. Tudo dependerá das condições de saúde da mulher, de como anda a rotina de cuidados ao recém-nascido e da liberação médica.

Considerando as exigências típicas deste período inicial da vida, de construção do vínculo mãe-bebê, Yogalates pode contribuir enormemente, tanto para a saúde física, quanto para a saúde mental-emocional da mulher. Vai-se dando um resgate da auto-confiança e de sua auto-estima, pois por exemplo o retorno às formas corporais anteriores à gestação se acelera.

Recursos utilizados

Ao frequentar as aulas de Yogalates mãe-bebê, o grupo se depara com grande diversidade de propostas, com enorme gama de recursos que lhe é característica. Podem ser usados exercícios de solo; exercícios no Reformer, no Spine Corrector, no Fly Moon e diversos acessórios como bolas de vários tamanhos, Flex Ring, molas, etc.

Horário das aulas

Duas vezes por semana o Ponto Harmonia se abre para as mães se trabalharem na companhia dos bebes, durante uma hora e quinze minutos. O clima que vigora nas aulas é alegre, cheio de sons das vozes das mães e dos bebês. São frequentes e naturais as interrupções para as mães amamentarem seus bebês, ou lhes consolarem com um colinho. As aulas acontecem às terças e quintas-feiras, das 15:30h às 16:45h. Há possibilidade de abertura de outros horários, à tarde.

 

Claudia Mariante

Psicóloga (CRP 05/0999), Professora de Yoga (ABPY 0320) e coordenadora de grupos de gestantes desde 1989

claudia@grupodegestantes.com.br

Local: PontoHarmonia
Rua Siqueira Campos, 43 sala 636,
Copacabana, Rio de Janeiro, RJ.

Telefone: (21) 2548-0958